quarta-feira, 28 de outubro de 2009

!!! Viva a "Puta" !!!


Uma estudante de Turismo cometeu o crime de ir para faculdade vestindo apenas uma blusinha que mal chegava até suas coxas. Quando a garota começou a subir uma das rampas da universidade, oferecendo uma vista privilegiada das suas redundâncias, provocou um levante entre marmanjos que provavelmente nunca haviam visto uma mulher sem roupa desde que foram desmamados. Os estudantes começaram a cercar a moça, com gritos e galanteios de pedreiro, e foram se empolgando até que ameaçaram estuprá-la. Ela, então, correu e se trancou numa sala.

Foi aí que todos os alunos abandonaram as aulas e se aglomeraram numa multidão que ameaçava invadir a sala onde a garota havia se escondido, aos gritos de "puta, puta!". Homens e mulheres se juntaram para xingá-la. Foi preciso que um grupo de policiais militares entrasse no prédio para evitar que a menina se tornasse a protagonista de uma suruba forçada.

Agora, uma retificação. Nada disso aconteceu nos tempos moralistas e patriarcais da boa rainha Vitória. Essa história aconteceu, de verdade, na noite da última quinta-feira, dia 22, no câmpus da Uniban em São Bernardo do Campo.

— Os moleques gritavam "puta!" e falavam que iam comer ela — me contou um aluno da Uniban que viu a cena. — Ela saiu da sala com os PMs, vestindo avental de professor. Todo mundo foi para cima e a polícia jogou spray de pimenta para dispersar.

Alguns vídeos com a cena começaram a pipocar no YouTube. Nesse aí de cima, dá para ver a multidão reunida para xingar a garota. Não faltam mulheres enchendo a boca para criticar "a puta da faculdade". Esse outro mostra melhor a menina saindo da sala, escoltada pela polícia, num jaleco branco de professor, enquanto é xingada como se fosse a Geni. (A propósito, o blog Boteco Sujo falou com o 2º DP de São Bernardo e com o Centro de Operações da Polícia Militar do ABC, que disseram não ter registrado qualquer "ocorrência" semelhante a essa.)

Fica claro que bastou aparecer uma menina com pouca roupa para parar todas as aulas da universidade, transformar um grupo de estudantes em potenciais estupradores e gerar um tumulto em ambiente universitário como não se via desde a greve da USP.

Uma fala do aluno com quem conversei resume o clima daquele ambiente universitário:

— Eles estavam errados em querer estuprar a mina, mas ela provocou, né, véio? Então...

Então?

— Então talvez ela merecesse.

Fonte: Boteco Sujo

---

Agora me fale, "puta" não pode estudar?
Aposto q a "puta" é muita areia pra esse bando de animais aí...
Sem contar as feias e mal amadas...
Deixa a "puta" em paz...
Faculdade não é lugar de "puta", mas é lugar de selvageria e moralismo patriarcal?
Não gostou da "puta" vira pro lado e vai estudar, tomar conta da sua vida...
Viva e deixe viver!!!
Viva a "puta" e viva a liberdade de ser o que quiser!!!

!!! CHOCADO E IRRITADO MODE [ ON ] !!!

---

Um dos coments sobre isso tudo me chamou a atenção, a pessoa q postou é muito querida e resumiu MUITO bem toda a questão. Então vale a pena conferir...

"Gostei da forma como vc abordou a notícia. A obrigação do ser humano é respeitar a escolha do outro, seja ela qual for, desde que não interfira na minha vida. O que ela queria usar, se era ou não um lugar apropriado, diz respeito a ela, ao seu momento, aos seus problemas, suas necessidades, sua forma de mostrar para o mundo algo que só ela sabe. Existe moral e ética. E, se ela por acaso tivesse transgredido algum tipo de lei, também aí, o problema seria só dela. Ninguém tem o direito de "rotular" o outro, e pior, achar que pode fazer o que quiser com este outro, como se este outro lhe pertencesse. Nem o Leão (rei dos animais irracionais) COME se não estiver com fome! Temos tanta coisa a aprender! E, se fôsse estuprada, provavelmente, neste mundo imundo e hipócrita que vivemos, onde quem não segue as regras da NORMALIDADE incomoda, principalmente sendo mulher, ela seria a própria culpada do que lhe acontecesse... Ainda mais se fôssem filhinhos de papaizinhos endinheiradinhos e tão erradinhos. Nada justifica este lado do Bicho Momem! Que cada um procure dentro de si a "porção mulher que esta resguardada", segundo Gil, para humanizar-se mais e quer queiram ou não, todos os MACHOS têm dentro de si!"